07/09/2019

Violação de patente vai custar R$ 118 milhões à Apple

O caso começou no início de 2017, quando a Qualcomm processou a Apple por violar três patentes detidas pela empresa, apontando que o iPhone 7, 7 Plus, 8, 8 Plus e X trazem a tecnologia
Um júri em San Diego, nos EUA, considerou a Apple como culpada de usar sem autorização patentes detidas pela fabricante de chips Qualcomm. Assim, foi considerado que a Apple deve pagar 31 milhões de dólares (cerca de R$ 118 milhões, na conversão atual e sem impostos) em danos causados à Qualcomm, o que equivale a 1,41 dólares por cada iPhone que viole estas patentes.










O caso começou no início de 2017, quando a Qualcomm processou a Apple por violar três patentes detidas pela empresa, apontando que o iPhone 7, 7 Plus, 8, 8 Plus e X trazem a tecnologia. Em reação, a Qualcomm considerou uma vitória a “decisão unânime do veredito do júri” enquanto a Apple se afirmou “desiludida”, preferindo esperar a próxima batalha legal entre as duas empresas que vai acontecer em abril, também em San Diego.


“A campanha contínua da Qualcomm de supostas violações de patentes é nada mais que uma tentativa de distrair para a questão maior que lidam relativamente a investigações às suas práticas empresariais no tribunal federal dos EUA e em todo o mundo”, diz o comunicado de um representante da Apple.
Fonte: noticias ao minuto Fotos: Divulgação

Últimas